33 C
Imperatriz
sexta-feira, agosto 12, 2022
spot_img
InícioAssinantePM e Samu recebem chamada de homem baleado na Vilinha, mas era...

PM e Samu recebem chamada de homem baleado na Vilinha, mas era trote

A Polícia Militar e o Samu receberam uma ligação informando que um homem havia sido baleado, na noite de ontem (11), no bairro Vilinha, em Imperatriz. As equipes se deslocaram até o local em busca do endereço citado na chama, mas após um longo tempo, perceberam que se tratava de um trote e a ocorrência era falsa.

Passar trotes aos serviços de emergência é considerado crime pelo artigo 266 do Código Penal Brasileiro (CPB). Quem o faz pode pegar de um a seis meses de detenção. Além disso, a atitude atrapalha o atendimento a ocorrências verdadeiras. Confira abaixo o que consta na lei

Art. 266 – Interromper ou perturbar serviço telegráfico, radiotelegráfico ou telefônico, impedir ou dificultar-lhe o restabelecimento: Pena – detenção, de um a três anos, e multa. Parágrafo único – Aplicam-se as penas em dobro, se o crime é cometido por ocasião de calamidade pública

Lucas Aquino
Lucas Aquino
Acadêmico de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Populares

- Publicidade -

Ultimos Comentários

× WhatsApp